sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Cada macaco no seu galho


po·si·ci·o·nar

verbo transitivo e pronominal
1. Colocar(-se) em determinada posição.
verbo transitivo
"posicionar", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013,
http://www.priberam.pt/dlpo/posicionar [consultado em 22-10-2013].


Hoje vamos falar de uma questão importante quando falamos em ser a namorada ou segunda esposa de uma pessoa que já foi casada e tem filhos. 
O fator mais importante na construção de uma boa relação entre madrasta x marido x ex-esposa é cada um saber qual é o seu lugar dentro relação. Até onde se pode ir? Quais os limites de espaço, tolerância, responsabilidade e respeito? Isso tudo tem que estar muitíssimo bem definido para tudo dar certo.
Outro dia escutei uma psicóloga blogueira (link abaixo) falar que o ideal quando um casal se separa seria primeiro procurar um terapeuta familiar para conciliar essa separação, ajudar na lavagem de roupa suja e tudo que uma separação trás de efeito psicológico. Depois, com tudo resolvido e definido, procurar um advogado. A maioria das pessoas faz o contrario!
Quanto melhor resolvido o casal que se separou estiver, melhor será para a atual namorada/esposa.
Muitas vezes, relacionar-se com uma pessoa que acabou de se separar requer a paciência de esperar que esse casal que ainda está se separando construa e defina esses novos espaços, e esse processo, que sempre é difícil e demorado, tem que ser deles. Isso acontece fora do espaço que você vai conquistar na vida no seu namorado/marido, sendo que o mais saudável é que aconteça em paralelo, se misturando o menos possível.
O desenrolar da separação desse casal, por mais tentador que pareça, não é da nossa conta. Podemos dar força, nos indignar junto e aconselhar, mas nunca interferir como se você fizesse parte, porque não faz!
Independente de que etapa da separação seu gato se encontra, acho que o papel ideal da segunda esposa na vida de um cara é agregar alguma coisa, ajudar a reconstruir a sua vida, fazê-lo acreditar novamente no amor, aprender com o que passou, mudar... Edificar a vida dele, e com isso, a sua própria vida.
Cabe ao ex-marido definir limites junto à ex-mulher, assim como os limites da atual esposa, a melhor pessoa para orquestrar iss,o principalmente no começo de um relacionamento é O CARA !
Ao amigo leitor que não curtiu muito as linhas acima, se  por algum motivo estiver difícil pra você definir esses espaços eu sugiro que você procure ajuda de terapia (acho super difícil passar por um processo de separação sem ajuda de terapia), ou algum um bom amigo que possa te ajudar.
Quando o homem da relação faz bem feito esse papel de mediador dos espaços e das relações, ele consegue construir de uma forma mais estável essa nova relação.
E fora você e sua companheira, quem mais vai lucrar com isso? Seus filhos !

Links Relacionados :
Separação dos Pais – Blog Conversa com Crianças da Psicóloga Infantil Daniella Freixo de Faria
http://www.youtube.com/watch?v=s6yJzMfIR3g

Postar um comentário