segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Viagem internacional com enteado (Documentação).




Agora nas férias de Julho fizemos uma viagem internacional com a minha enteada.
Ela já tinha viajado para a Colômbia e para o Chile com a mãe, mas desta vez fomos para Barcelona e Viena. Fomos eu, meu marido, a enteada e a sogra.
Foi muito bacana. Minha enteada curtiu bastante e aproveitamos muito bem nosso tempo lá!
Como  nunca tínhamos viajado com a Isa para fora do Brasil, providenciamos a autorização de viagem citada no site do Tribunal de Justiça de São Paulo (link abaixo) assinada pela mãe e pelo pai, com firma reconhecida por autenticidade. Levamos 02 vias, a Polícia Federal fica com uma a criança com a outra. Esse foi o único documento (fora o passaporte) solicitado pela policia Federal aqui no Brasil antes do embarque.
Como minha sogra e minha enteada foram de Barcelona para Viena alguns dias antes que eu e meu marido, por precaução fizemos uma autorização em espanhol com tradução juramentada, já que minha sogra e minha enteada viajariam sozinhas (neste caso sem o pai). Ao passar pela imigração espanhola eles fizeram as perguntas habituais e não pediram a autorização. Na Europa é bem comum ver avós e netos viajando entre países nas férias.
Para os avós que vão sair do Brasil sem o pai ou a mãe do neto é importante lembrar que se  por acaso a mãe e/ou o pai estiverem fora do país para assinar a autorização para que a criança possa sair do Brasil, eles pode assinar um formulário na embaixada do Brasil no pais que se encontram e enviar para o responsável no Brasil que deverá se encaminhar ao juiz da 1ª Vara da Infância e da Juventude para obter a autorização judicial concedendo que o parente viaje com a criança.
Para as madrastas e avós que vão se hospedar em hotel com os netos sem os pais, eles também pedem autorização do pais de origem para fazer o check-in.
Um beijos e até semana que vem!
Links relacionados:


Boadrasta nas redes sociais
Instagram - @boadrastacom
Twitter - @blogboadrasta
Postar um comentário