segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Tolerância.


OBS: Pessoal o post de hoje será sem vídeo, meu editor deu pau e não consegui resolver a tempo!
Tolerância é paciência concentrada. (Thomas Carlyle)
  
A palavra tolerância tem a origem mal definida. Há quem diga que deriva do Latim TOLLERE, no sentido de “tirar, destruir, suportar, agüentar”.             

Significado: Disposição de admitir, nos outros, modos de pensar, de agir e de sentir diferentes dos nossos: na vida social, a virtude mais útil é a tolerância.

Favor feito a alguém em determinadas circunstâncias: isto não é um direito, é uma tolerância.

Propriedade do organismo de aceitar, sem dano, certas substâncias: a tolerância aos barbitúricos difere em cada paciente.

Excesso ou insuficiência de dimensão ou de peso admitidos na fabricação de qualquer coisa: a tolerância nas moedas é mínima.

Sim, vamos falar dessa virtude que está cada vez ficando mais escassa em todas as instâncias da nossa sociedade, nos dias de hoje.
Para ser uma boadrasta e viver bem com todo o universo que cerca a sua vida e a vida do seu enteado é necessário ter bastante tolerância. Essa é outra virtude difícil de ser vivida e que assim como a paciência tem que ser exercitada.
Nosso nível de tolerância é medido pela quantidade de carga que suportamos carregar. Quando entramos num relacionamento com uma pessoa que trás filhos de outro relacionamento, estamos falando de entrar num processo de aceitação e compreensão das diferenças entre todos os envolvidos (enteados, ex-mulher, avós, etc) e quando entramos num processo desses temos uma carga grande a ser suportada e a tolerância é uma virtude essencial para o êxito desse processo.
Quando partirmos para um relacionamento com essa bagagem, nos sujeitamos a vivenciar varias situações que vão exigir paciência e tolerância de nossa parte. Quanto mais tolerância tivermos, melhor vamos passar essas fases que geralmente são as mais chatas.
Na minha opinião a tolerância tem que vir desde as pequenas coisas cotidianas como o enteado derrubar comida na mesa ou chorar por alguma besteira, até as mais sérias como ex mulher agressiva por exemplo.
Eu entendo que quando um homem tem uma segunda esposa ou namorada que tem atitudes tolerantes e que ajuda ele a ter também, na realidade ele estará construindo um relacionamento saudável e de qualidade e com certeza será mais fácil, e ele se sentirá mais seguro pra  se posicionar e tomar as atitudes que precisar. Isso vai refletir positivamente em todas a áreas de sua vida, inclusive como pai.
Muitas vezes precisamos ser tolerantes em momentos desconfortáveis para passar esse períodos como um surfista que passa a rebentação, depois que atravessar vai ter suas recompensas. Além de saber que você está mais forte que antes de passar por esses momentos que fizeram você exercitar sua tolerância você terá a certeza de estar construindo um relacionamento gostoso, saudável e equilibrado com seu companheiro!

Um beijo  até semana que vem.

OBS: Me mandem sugestões de pauta, sobre qual assunto vocês gostariam de ver por aqui.

Boadrasta nas redes sociais
Instagram - @boadrastacom
Twitter - @blogboadrasta


Links relacionados
Postar um comentário