segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Analisando o “pacote”.


Hoje eu quero falar com as pessoas que estão no começo de um relacionamento com uma pessoa com filhos de outras uniões.
Quando eu me referir ao “pacote” neste post, eu quero dizer tudo que está relacionado ao mundo do seu amado e que você estando ao lado dele vai ter que conviver (filhos ex-mulher, sogra, ex-sogra, amigos, antigos hábitos, etc).
Queria refletir na possibilidade que temos hoje em dia de analisar se realmente queremos nos relacionar com uma pessoa e seu pacote ou se preferimos não carregar o pacote e partir para outro relacionamento. As vezes as pessoas podem trazer consigo uma bagagem de vida tão pesada e complicada de levar, que o pacote fica pesado demais para gente.  Antes de entrar de forma mais séria num relacionamento, acho super prudente analisar se damos conta ou não de conviver com o pacote que vem junto com o nosso companheiro dos sonhos.
Por exemplo, conheço um cara fantástico o companheiro dos sonhos de várias mulheres, porem ele é um pacote na minha opinião considerado bem pesado. Ele tem uma filha adolescente, ex -mulher ciumenta (que faz alienação parental) e controladora. Um cara incrível, porém que não é qualquer mulher que conseguiria bancar o pacote dele. Graças a Deus ele encontrou uma companheira incrível, corajosa e que tem se saído super bem na administração do pacote dele!
Cada um dependendo da sua história de vida que vai saber o limite do peso que agüenta suportar ou não. Minha reflexão é sobre observar, analisar seriamente e decidir antes de se aprofundar no relacionamento pois quando topamos ser madrastas estamos conquistando não só o coração do nosso amado como dos seus pequenos também. E quando topamos nos relacionar estamos falando em conviver com essas pessoas que sofreram todo o baque de uma separação e isso sempre irá refletir no relacionamento atual.
Eu acredito que vale a reflexão.
Um beijo e até semana que vem.


OBS: Me mandem sugestões de pauta, sobre qual assunto vocês gostariam de ver por aqui.

Boadrasta nas redes sociais
Instagram - @boadrastacom
Twitter - @blogboadrasta



Postar um comentário