quinta-feira, 19 de maio de 2016

Atenção com a exposição!

Há algum tempo tenho percebido amigos e amigas minhas postando fotos, onde notoriamente eles não se preocuparam com o nível de exposição do filho/enteado na imagem.
Meninas sentadas em parquinhos de pernas abertas aparecendo a calcinha, meninos de cueca e “pipi” duro acordando, crianças sensualizando na praia e por aí vai  ...
Acho lindo registrar momentos em família, faço isso sempre, porém, temos que ter sempre em mente que, quando publicamos uma imagem numa rede social, nós imediatamente perdemos o controle dela. Não temos como saber que tipo de gente esta “xeretando” nossas fotos, e quais as intenções quando se deparam com esse tipo de imagem.
Precisamos ter um olhar mais crítico na hora de escolher o que publicamos sobre as crianças .
Quando os filhos/enteados tem idade para ter acesso e redes sociais entendo que esse cuidado tem que ser maior ainda, para não provocar bullying dos amigos, se sintam envergonhados ou expostos.
Gostaria de reforçar esse post para os papais que, as vezes, por não terem tanta sensibilidade, acabam por expor seus filhos ou enteados de maneira mais recorrente.
Mas isso acontece também com as mamães ou com as madrastas, por exemplo quando a minha enteada tinha 6 anos eu publiquei uma foto minha e dela no instagram e ela falou que não tinha gostado do post porque ela estava feia na foto e me pediu para apagar. Naquele dia entendi que seria muito legal da minha parte perguntar para ela sua opinião antes de publicar qualquer coisa (ou nem publicar).
Quando a relação dessas imagens passam pela relação madrasta-enteado temos que levar em conta muitas coisas, principalmente a relação deles com a mãe. Uma foto mal interpretada pode desencadear todo um processo de alienação parental, por exemplo.
Sem dúvida podemos manifestar nosso amor de boadrastas em nossas redes sócias sendo discretas e amorosas nas escolhas das imagens.
Prudência nunca é demais.
Beijo e até o próximo post.

Curta o Blog nas redes sociais:
Instagram - @boadrastacom
Postar um comentário