quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

A presença da ausência


A presença da ausência de alguém que amamos é um dos sentimentos mais fortes e incômodos que podemos sentir, principalmente se essa pessoa está viva e saudável e é uma escolha dela essa ausência. Por exemplo, existem pais que passam anos sem ver seus filhos, muitos natais sem contato, sem uma visita, sem a presença… só a ausência.
Talvez, para esses pais, pode até parecer normal não entrar em contato ou não se esforçar para um encontro, pode ser que pensem que sua presença não seja importante suficiente para que sua ausência seja notada, mas saibam, seus filhos sentem profundamente essa ausência.
O Natal é a época do ano onde geralmente esse sentimento de ter quem se ama por perto se faz mais forte. Todo filho (não importa a idade) espera que seu pai apareça no Natal porém, muitas dessas crianças não tem esse sonho realizado.
E nesse momento tão delicado cabe as mães lidar com as expectativas e frustrações de seus filhos, tentar minimizar um pouco esses sentimentos, muitas tentam falar com o pai de seus filhos, quase sempre sem sucesso.
Tenho uma amiga que o pai da filha faz isso constantemente, marca e não aparece. Para deixar mais desconfortável a situação a filha, ela faz aniversário dia 26 de dezembro. Depois de muitos furos, muitos natais com a presença da  ausência,  minha amiga decidiu que toda vez que o pai marca um encontro ela não conta para a filha com antecedência, só conta horas antes do encontro caso aja confirmação. Este ano sua filha completa 15 anos, data muito importante e considerando o histórico de ausência do pai de sua filha,  minha amiga providenciou passar o Natal e Réveillon numa viagem dos sonhos de qualquer garota –Disney.
Se você é pai e está lendo esse post, entenda, você é muito importante para seu filho independente de qualquer situação.
Muito complicada também é a ausência dos pais decorrente de uma situação de alienação parental, onde sordidamente o filho é privado de um contato extremamente desejado. Sei que é muito difícil viver essa situação, meu conselho a esses pais é que não se apeguem a data em si, guardem carinhos, presentes e declarações de amor para a primeira oportunidade que tiverem juntos, faça o Natal de vocês fora de época mesmo, faça ser divertido e tenham comemorações em dobro. Sei que não é exatamente igual mas pode ser gostoso também. E não deixem de falar para seus filhos o quanto eles são importante para vocês.
Espero que esse post ajude aos pais ausentes a entenderem sua importância principalmente nesse momento de festas e que ajude também famílias a se organizarem nesse período de festas levando em consideração os sentimentos de seus filhos.
Beijo e até o próximo post.

Curta o Blog nas redes sociais:
Instagram - @boadrastacom
Postar um comentário